Bombeiros Civis atuarão em estabelecimentos de Mesquita

por assessoria — publicado 10/09/2019 20h55, última modificação 10/09/2019 20h56
Medida é de autoria da vereadora Cris Gêmeas.

Os estabelecimentos da cidade de Mesquita deverão ter a presença de bombeiros civis prontos para prestar socorro em incidentes graves. É o que determina o Projeto de Lei n° 059/2019, de autoria da vereadora Cris Gêmeas, aprovado pela Câmara de Vereadores e que agora aguarda a sanção do prefeito Jorge Miranda.

O texto do projeto diz que as brigadas de bombeiros civis atuarão em todos os lugares de funcionamento comercial, como casa de shows, empreendimento empresarial, lojas comerciais e hipermercados. A categoria comemora a aprovação do Projeto. Na sessão em que aconteceu a aprovação, bombeiros civis da cidade compareceram a Câmara de Mesquita para acompanhar a votação. Eles agradeceram a vereadora Cris Gêmeas pelo feito, que passar a dar mais valor e oportunidade ao trabalho que realizam.

“O trabalho do Bombeiro Civil é muito importante. Falamos em proteger a vida, mas também é necessário proteger os bens materiais, e fazemos isso com profissionais bem capacitados. Pedimos para que cada vereador aqui presente apoie nossa causa. Não por uma questão partidária, mas sim pela questão da humanidade para com os outros”, disse Marcos Andrade, bombeiro civil.

Mais oportunidades para categoria

Em Mesquita há cerca de 1500 bombeiros civis residentes no município. Há uma parte desse número que fez o curso, se formou e não atua na área. Com a aprovação desse projeto, há uma expectativa de geração de novas vagas de emprego dentro da profissão.

“Ouço muitas vezes que há bombeiros civis muito bem capacitados, graduado, e depois de fazer o curso, ele continua trabalhando na área que sempre trabalhou, com assistente de serviços gerais, que também é muito louvável. Mas eu queria muito ver aquele bombeiro salvando vidas, porque ele foi preparado para isso”, enfatizou o bombeiro Marcos Andrade.

A vereadora Cris Gêmeas atribui à aprovação da lei como resultado de um mandato participativo e de atendimento a demandas da população e de diálogo com a categoria. “É um grande avanço na nossa cidade a participação desses profissionais que irão auxiliar e prevenir acidentes e cuidar de nossa gente”, disse a parlamentar.