Câmara de Mesquita com as contas em dia

por assessoria — publicado 05/07/2019 18h30, última modificação 07/07/2019 14h51
Problemas causados pela antiga gestão estão sendo solucionados.

O Presidente da Câmara dos vereadores de Mesquita, Sancler Nininho, apresentou um balanço de seus seis meses a frente do Poder Legislativo. Sancler comemorou o equilíbrio de contas, que registrou inclusive um superávit nesse primeiro semestre.

Sancler assumiu uma Casa com diversos problemas deixados por seu antecessor. Salários atrasados, não pagamento de subsídio dos vereadores por quatro meses, débito com concessionária de energia elétrica e aluguel da Câmara atrasado, estão entre os transtornos ocasionados pela antiga gestão. Nesses seis como Presidente da Câmara, ele conseguiu chegar ao final do semestre com todas as contas em dia e antecipando o pagamento de 50% do 13º salário de 2019.

"Conseguimos manter tudo em dia com uma redução de quase 50% no repasse do duodécimo, ou seja, antes a Câmara recebia R$ 700 mil mensais e não dava e hoje administramos com R$ 390 mil e ainda sobra dinheiro", comentou o presidente.

Além da economia e da regularização dos pagamentos, Sancler Nininho também destaca as medidas aprovadas que garantiram uma nova postura do legislativo mesquitense, dentre elas a redução em mais de 50% dos cargos comissionados e do fim da concessão de diárias para viagens de vereadores  e funcionários.